O Grupo Gestor da Vazão do Alto Rio das Velhas do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio das Velhas (CBH Rio das Velhas) reuniu-se no dia 23 de setembro, em Belo Horizonte, para apresentação do modelo hidrológico integrado dos reservatórios, sistematizando suas vazões defluentes. O objetivo é estabelecer a contribuição de cada reservatório, em caso de criticidade da vazão do Rio das Velhas.

O presidente do CBH Rio das Velhas, Marcus Vinícius Polignano, explica que foram contratados consultores especializados para realizarem a modelagem hidrológica integrada nos reservatórios localizados na região do Alto Rio das Velhas, em especial no complexo de reservatórios Rio de Peixe, de propriedade da mineradora AngloGold Ashanti, e na Pequena Central Hidroelétrica Rio de Pedras, sob a responsabilidade da CEMIG. “Ainda estamos discutindo questões emergenciais. A frente abordaremos a produção de água que é uma questão vital para o Alto Rio das Velhas. A partir da modelagem poderemos fazer a gestão do Alto Rio das Velhas”, esclarece.

Estas medidas são consideradas emergenciais pelo Comitê, em função da atual crise hídrica que assola a bacia. Contudo, outras discussões permeam o âmbito do grupo gestor, tais como, o atual modelo no gerenciamento das outorgas por parte do IGAM, sendo a necessidade de revisão das mesmas, e projetos e ações que visem a produção de água no alto rio da Velhas, com recuperação de áreas degradadas, proteção de nascentes e mata ciliares, estão na pauta das próximas reuniões.

Os consultores apresentaram o modelo que deverá ser usado quando a vazão no Alto Rio das Velhas for abaixo de 10 m³/s. No entanto, deve-se considerar a incerteza da própria concepção do modelo, bem como incertezas relacionadas aos seus parâmetros (dados de calibração e validação). Para desenvolver a modelagem foram observadas a vazão em Honório Bicalho, Rio Itabirito, PCH Rio de Pedras e PCH Rio Itabirito.

De acordo com os consultores, a PCH Rio de Pedras é o reservatório que possui maior flexibilização em suaoperação, visto que a AngloGold Ashanti mantém uma vazão de operação em seu reservatório em torno de 3,6 m³/s. Foi definido que a modelagem será aplicada nos meses de setembro e outubro.

Veja a apresentação

 

Confira as fotos da reunião

montagemgrupogestoraltoriodasvelhas

 

Mais informações e fotos em alta resolução:
Assessoria de Comunicação CBH Rio das Velhas
comunicacao@cbhvelhas.org.br