O Parque Municipal das Mangabeiras é uma ótima opção de passeio para famílias, casais ou aqueles que buscam um momento de contato com a natureza no cotidiano urbano de Belo Horizonte. O Parque Mangabeiras, como é conhecido pelos belorizontinos, situa-se no bairro de mesmo nome, na região sul da capital mineira e está ao pé da Serra do Curral. O parque é patrimônio cultural e ambiental da cidade e foi projetado pelo paisagista Roberto Burle Marx.

No local, os visitantes do Parque das Mangabeiras podem conhecer a vegetação nativa do Cerrado e Mata Atlântica por meio de trilhas. É possível encontrar árvores como o barbatimão, candeia, caviúna, guabiroba, murici e pau-santo comuns em áreas de Cerrado e árvores típicas da Mata Atlântica como a copaíba, jacarandá, jequitibá, pau-jacaré e quaresmeira.

Para o contato com os recursos hídricos há a trilha “Roteiro das Águas”, onde passa o Córrego da Serra. Na área de 2.350.000 m² do parque, há 59 nascentes que formam o Córrego da Serra e que integra o Ribeirão Arrudas e, consequentemente, a Bacia do Rio das Velhas.

Os visitantes também tem como atrativos locais para descanso, áreas de esportes como quadras e pista de skate, brinquedos para crianças, áreas com atividades culturais e mirantes com vista para a cidade de Belo Horizonte.

O Parque das Mangabeiras encontra-se no contexto da Unidade Territorial Estratégica (UTE) Ribeirão Arrudas que localiza-se no Alto Rio das Velhas e é composta pelos municípios de Belo Horizonte, Contagem e Sabará. Os principais cursos d’água desta UTE são o Ribeirão Arrudas, Córrego do Barreiro, Córrego do Jatobá e Córrego Ferrugem. Saiba mais sobre a UTE Ribeirão Arrudas.

O Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio das Velhas (CBH Rio das Velhas) trabalha para que a comunidade e todos os atores da bacia tenham a consciência e a atitude de cuidar, preservar e manter a vida de todo o curso do rio. Para isso, o Comitê incentiva que todos conheçam e entendam a vida, a beleza e os encantos encontrados no território da bacia, promovendo assim a preservação que o meio ambiente tanto necessita. Afinal, é preciso conhecer para preservar.

 

 

Mais informações e fotos em alta resolução:
Assessoria de Comunicação CBH Rio das Velhas
comunicacao@cbhvelhas.org.br