A 97ª Reunião Plenária do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio das Velhas (CBH Rio das Velhas), realizada nesta terça-feira (29 de agosto), na sede da Copasa (Companhia de Saneamento de Minas Gerais), em Belo Horizonte, marcou a assinatura da empresa ao Termo de Adesão ao programa ‘Revitaliza Rio das Velhas’ – pacto pela recuperação e preservação da bacia que envolve, além da CBH Rio das Velhas e Copasa, prefeituras municipais, empresas e o Governo do Estado de Minas Gerais.

Na ocasião, a presidente da companhia, Sinara Meireles, anunciou que o Governo de Minas Gerais, por meio da Copasa, irá investir R$ 530 milhões nos próximos cinco anos em obras de saneamento nos municípios de sua concessão que fazem parte da Bacia Hidrográfica do Rio das Velhas. Segundo ela, as intervenções da Copasa contemplam obras de ampliação da coleta, interceptação e tratamento de esgotos, além de investimentos em programas ambientais, com ações de mobilização, proteção e conservação de mananciais nos municípios. “Ele [Termo de Adesão] traz as estimativas de valores a serem investidos por cidade e um escopo mínimo das ações que vamos implementar na área de esgotamento sanitário, que é um dos principais problemas da nossa parte na busca pela revitalização do Rio das Velhas. Tudo isso com total possibilidade de acompanhamento pelo Comitê e pela sociedade em geral”, disse a presidente.

O ‘Revitaliza Rio das Velhas’ estabelece o compromisso por uma atuação sistêmica e coordenada de vários atores com vistas a alcançar a disponibilidade de água em quantidade e qualidade, visando garantir seus múltiplos usos e a segurança hídrica da bacia do Rio das Velhas, especialmente da Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH). Nesse contexto, o presidente do Comitê, Marcus Vinícius Polignano, celebrou a parceria com esse importante e estratégico ente. “É um avanço histórico. Estamos concretizando um acordo de diálogo de mais de um ano de trabalho com a Copasa”, disse.

Ainda no encontro, o Diretor de Operações Metropolitana da companhia, Rômulo Perilli, anunciou que o tratamento terciário nas ETEs (Estações de Tratamento de Esgoto) dos Ribeirões Arrudas e Onça, em Belo Horizonte, também está na pauta de ações da Copasa. “Já estamos fazendo os estudos, o próprio CBH está disposto a colaborar, mas certamente é um compromisso nosso da Copasa o de implantar esse tratamento que é fundamental para a vida do Rio das Velhas”, disse.

Veja o detalhamento das ações da Copasa no Programa ‘Revitaliza Rio das Velhas’:

.


Destaque na Mídia

GLOBO MINAS: Termo de adesão para a revitalização do Rio das Velhas é assinado por governo e PBH
RÁDIO ITATIAIA: Termo de adesão para a revitalização do Rio das Velhas é assinado por governo e PBH
ISTO É: Copasa investirá R$ 530 milhões na Bacia Hidrográfica do Rio das Velhas
HOJE EM DIA: Alento para o rio das Velhas: investimento em obras busca reduzir lançamento de esgotos na bacia
DIÁRIO DO COMERCIO: Governo investirá R$ 530 mi na Bacia do Rio das Velhas
O TEMPO: Copasa vai levar tratamento de esgoto a 28 cidades
ESTADO DE MINAS: Copasa anuncia investimento de R$ 530 milhões para o Rio das Velhas


 

Confira as fotos da 97ª Reunião Plenária do CBH Rio das Velhas:

<a href="https://flic.kr/s/aHsm3zZhUJ" target="_blank">Click to View</a>

 

Informes

Durante o momento inicial da reunião, foram dados retornos sobre o 3º Seminário de Revitalização de Rios, que acontecerá em Belo Horizonte, em novembro; do processo eleitoral dos CBH Rio das Velhas, cujas inscrições foram encerradas no último mês; da última reunião do FMCBH (Fórum Mineiro de Comitês de Bacia Hidrográfica), que promoveu moção contra a privatização das usinas hidrelétricas de Minas Gerais, defendida pelo Governo Federal; e do contrato de gestão do CBH com a Agência Peixe Vivo, que se encerra em dezembro.

O presidente Polignano falou também sobre a crise hídrica e as sequentes baixas vazões que o Rio das Velhas tem registrado no ponto de captação de água para abastecimento da RMBH, na ETA (Estação de Tratamento de Água) Bela Fama. “O CBH já tomou uma série de medidas para tentarmos atravessar esse período mais crítico. As principais são a criação do Covazão (Grupo Gestor da Vazão do Alto Rio das Velhas do CBH Rio das Velhas) e a realização de várias parcerias, especialmente com Copasa e mineradoras, para reduzirmos o consumo do Rio das Velhas”, disse.

Ainda nesta parte, Patrícia Coelho, assessora técnica da Agência Peixe Vivo, apresentou a situação dos projetos executados com recursos da cobrança. Confira os números:

 

Apresentações

Ainda na 97ª Reunião Plenária do CBH Rio das Velhas, Geórgia Caetano, coordenadora de Comunicação da Tanto Expresso, apresentou o histórico das ações de Comunicação Social do CBH Rio das Velhas, com foco na Expedição ‘Rio das Velhas, te quero vivo’, realizada entre os meses de maio e junho deste ano e com grande visibilidade na imprensa. Ela destacou que, somente na Rede Globo Minas, o custo dessa mídia espontânea, tomando como base o preço para veiculações publicitárias, totaliza R$ 5,2 milhões. “Ainda assim, não se tratou apenas de um trabalho de comunicação institucional e de assessoria de imprensa puramente, mas também de sensibilização às populações ribeirinhas”, disse.

O encontro contou também com apresentações do histórico de atuação das CTECOM (Câmara Técnica de Educação, Mobilização e Comunicação), encarregada de acompanhar os processos de comunicação e mobilização que estão em andamento no âmbito do CBH; da CTPC (Câmara Técnica de Planejamento, Projetos e Controle), que acompanha a execução de projetos e das demandas apresentadas ao CBH Rio das Velhas; e da equipe de mobilização, da Fundep (Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa), cujo contrato encerra-se nesta quarta-feira (30 de agosto), estando a nova licitação para prestação deste serviço já em vigor.

Também houve apresentações da empresa Cobrape, que promoverá assessoramento técnico-operacional, em apoio à Agência Peixe Vivo, para fiscalização dos projetos hidroambientais contratados sob demanda do CBH Rio das Velhas; das ações promovidas pelo Subcomitê do Ribeirão Onça; e dos resultados do Projeto de ‘Revitalização de Nascentes Urbanas da Bacia Hidrográfica do Ribeirão Arrudas’, conduzido pela empresa Neogeo.

Confira as demais apresentações exibidas na 97ª Reunião Plenária:




Mais informações:

Assessoria de Comunicação CBH Rio das Velhas
comunicacao@cbhvelhas.org.br