Assolados pela estiagem, vários rios estão vendo suas águas sumirem devido a longos períodos sem chuva, mas também por intensa exploração humana, representada por captações irregulares para irrigação, perfuração descontrolada de poços artesianos, que sugam o lençol freático e avanço do desmatamento.

O córrego Canjjica é um importante alfluente do Rio Bicudo, que por sua vez, constitui um dos principais afluentes do Rio das Velhas no que diz respeito à qualidade das águas e diversidade da fauna aquática. O manancial teve o curso interrompido pela primeira vez na história, no trecho do médio baixo Bicudo simbolizando a grave crise hídrica que vivemos.

Segundo informações dos moradores da região, no ano passado, o córrego Canjica foi o único afluente do Bicudo que resistiu sem secar. O coordenador-geral do Subcomitê de Bacia Hidrográfica do Rio Bicudo, Leandro Vaz Pereira, do Comitê de Bacia Hidrográficas do Rio das Velhas (CBH Rio das Velhas) visitou a região onde o córrego secou na última semana de setembro. “A situação é mais crítica do que possamos imaginar. Nunca poderíamos imaginar que o Canjica secaria”, afirma.

José Cândido da Silva, tem 80 anos, e sempre morou ás margens do córrego Canjica. Ele afirma nunca ter visto o manancial seco e que a situação é muito triste.

Já o Bicudo, em uma das partes mais fortes em volume de água e largura de seu leito, há apenas um filete de água correndo. Para Leandro Vaz Pereira, é preciso agir. “Tanto o córrego Canjica quanto o Rio Bicudo estão sem mata ciliar e, agora que estão com o fundo a vista, da pra ver o quanto o assoreamento é acentuado em ambos. Além disso, o licenciamento sem critérios de fiscalização e acompanhamento pós licença expedida por meio de interesses políticos vem causando aos nossos rios. Precisamos agir para que as próximas gerações tenham água”, afirma.

Veja as fotos

montagem_canjicaebicudo

Conheça a região do Rio Bicudo

A Bacia Hidrográfica do Rio Bicudo está localizada no baixo Rio das Velhas, em sua margem esquerda, e possui área de 2.209,5 km2. Seu território abrange parte dos municípios de Morro da Garça e Corinto.

O Rio Bicudo encontra-se entre os afluentes em melhor estado de conservação, quando comparados à calha do Rio das Velhas. Estima-se que entre 75 e 80% da ictiofauna do Rio das Velhas está preservada nos seus afluentes, compondo áreas relevantes quanto à manutenção das comunidades aquáticas, oferecendo melhores condições para a reprodução.

SCBH_Rio-Bicudo_CBH-Rio-das-Velhas-site

 

 

Mais informações e fotos em alta resolução:
Assessoria de Comunicação CBH Rio das Velhas
comunicacao@cbhvelhas.org.br