Em ritmo acelerado, as obras de captação de água do Rio das Velhas e da Estação de Tratamento de Água (ETA) foram visitadas no último sábado (11) pelo prefeito Marcio Reinaldo, do vice Ronaldo João, do ex-prefeito Marcelo Cecé e comitiva formada por importantes lideranças de Sete Lagoas e região; no grupo estavam empresários, indutores do desenvolvimento, agentes de segurança, do judiciário e também da imprensa local. Na oportunidade todo o equipamento a ser utilizado na ETA foi conhecido e seu funcionamento detalhado. O estágio em que se encontra a obra impressionou o grupo. “Talvez seja a obra mais importante de Sete Lagoas. É garantia de água para que a cidade tenha condições de receber novos investimentos e também para o abastecimento da população”, afirmou o prefeito. Nesta terça-feira será realizada reunião no BNDES para assinatura de contratos e discussão acerca do empreendimento.

Com gestão do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE), as obras de captação e construção da Estação de Tratamento de Água, em Funilândia, serão concluídas no segundo semestre de 2015. O projeto consiste na captação de água superficial do Rio das Velhas. O sistema terá capacidade para transportar 500 litros de água por segundo. O empreendimento encontra-se com os seguintes avanços físicos:

Captação Superficial – 85 %;
Estação Elevatória de Água Bruta – EEAB – 78 %;
Adutora de Água Bruta I e II (DN 600 mm) – 89 %;
Estação de Tratamento de Água – ETA (500 l/s) – 81 %;
Estação Elevatória de Água Tratada – EEAT – 76 %;
Adutora de Água Tratada – AAT (DN 600 mm) – 100 %.

As obras de Captação, Estação Elevatória de Água Bruta – EEAB, Adutora de Água Bruta I e II, Estação de Tratamento de Água, Estação Elevatória de Água Tratada e Reservatório de 1.500 m3 estão sendo executadas pela Construtora COLLETT & SONS Ltda, e as obras referentes a Adutora de Água Tratada, está sendo executado pela Prefisan Engenharia Ltda.

Aspectos operacionais e estratégicos

ETA3 - visita julho

A Prefeitura Municipal de Sete Lagoas celebrou contrato de repasse o Ministério das Cidades – Caixa Econômica Federal (CEF), através do PAC-1, tendo como objeto a ampliação do sistema de abastecimento de água na malha urbana de Sete Lagoas. Esta obra, com 99 % já concluída, prevê o aproveitamento e adequação do sistema existente da captação de água subterrâneo e sua complementação por um sistema de produção a partir da captação de águas do Rio das Velhas, no município de Funilândia, projeto este financiado pelo BNDES.

A obra em andamento (PAC-1) será responsável pela interligação e integração das águas do Rio das Velhas às águas captadas por poços profundos (sistema existente) de forma que Sete Lagoas passará a ter no futuro um sistema misto de abastecimento de águas. Vale ressaltar que as duas obras (PAC-1 e financiamento do BNDES) se completam, além de possibilitarem uma maior flexibilização na distribuição de água captada por poços profundos, de tal forma que a produção de uma região possa ser direcionada para outra e vice-versa.

ETA2 - visita julho