Na última quarta-feira (17), aconteceu no município de Presidente Juscelino o seminário “Elaboração e Adequação de Estradas Vicinais na Bacia do Rio Paraúna”. A atividade teve o objetivo de iniciar as discussões sobre os impactos das estradas vicinais nas nascentes e cursos d’água do Rio Paraúna.

A atividade faz parte do plano de ações do Subcomitê e da campanha “Água como Direito Humano”. O evento contou com a participação dos membros do Subcomitê Rio Paraúna, representantes do poder público e de organizações sociais da localidade.

A coordenadora-geral do Subcomitê, Cristiane Shirley de Oliveira explica que a discussão das estradas vicinais é fruto de um trabalho que vem sendo realizado pelo Subcomitê com o levantamento das demandas da localidade . “A Myr apontou que as voçorocas e seus impactos advêm de estradas mal planejadas e por questões de falta de técnica dos órgãos responsáveis”.

O projeto hidroambiental do Rio Paraúna foi realizado entre os meses de abril e outubro do ano passado, e consistiu no diagnóstico de identificação e mapeamento de áreas impactadas na bacia, apontando os principais pontos onde ocorrem assoreamentos, visando ações que minimizem esses impactos. A proposta do projeto hidroambiental foi de diminuir os impactos sobre os cursos d’água da bacia por meio de um plano ação para melhorar essas questões.

Iniciando o seminário, Alison Thiago, coordenador do Núcleo Regional de Regularização Ambiental de Jequitinhonha, falou sobre os impactos da supressão da vegetação nativa nas estradas e sobre formas de captação de água pluvial para evitar assoreamentos.

O representante da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), Tarcísio Raimundo apresentou os princípios e diretrizes para a adequação ambiental das estradas vicinais e enfatizou os impactos das vias nos cursos d’água. “A adequação das estradas são fundamentais para a recuperação dos cursos d’água. Atualmente, as vias rurais são responsáveis por aproximadamente 60% do assoreamento dos rios e córregos”, ressalta.

seminario
Seminário ““Elaboração e Adequação de Estradas Vicinais na Bacia do Rio Paraúna”. Veja mais fotos do seminário.

Estradas Vicinais

As estradas vicinais têm a função de promover a integração regional e muitas vezes essas estradas possuem técnicas de baixo custo para construção, operação e manutenção. E com o passar do tempo essas estradas geram grandes impactos em nascentes e cursos d’água que se encontram na proximidade das vias.

O principal problema da estrada vicinal é a erosão, que ocorre pela falta de vegetação no solo e pelas más condições das vias. E esse processo erosivo das estradas impactam negativamente os cursos d’água, pois a erosão contribui para o assoreamento do leito dos córregos e rios devido ao acúmulo de detritos e entulhos.

Finalizando o seminário, o coordenador de usuários, Renato Júnio deu um panorama sobre a situação dos municípios da UTE Rio Paraúna e apresentou as atividades que estão sendo desenvolvidas pelo Subcomitê. Além disso, pediu a participação da comunidade nas questões ambientais relativas à localidade.

montagem_estradasvicinais
Estradas vicinais na UTE Rio Paraúna. Veja mais fotos da região.


Mais informações e fotos em alta resolução:

Assessoria de Comunicação CBH Rio das Velhas
comunicacao@cbhvelhas.org.br