O Centro Internacional para o Desenvolvimento Sustentável e Conservação Ambiental (IDeSCA), com o apoio da ARCA – AMASERRA, promoveu a quarta edição do Fórum das Águas, nos dias 27 e 28 de outubro, na Fundação Dom Cabral, em Nova Lima. A Serra da Moeda que divide os municípios de Nova Lima e Brumadinho, ambos na Região Metropolitana de Belo Horizonte, foi a inspiração central do encontro, que reuniu dezenas de especialistas de todo o país sob o tema “Nosso Futuro em Comum”.

O Fórum das Águas é um importante evento regional de discussão ambiental que busca criar o enlace entre os conhecimentos de diversos profissionais, especialistas, comunidade acadêmica e sociedade civil. Em 2016, além de debater a possibilidade da Serra da Moeda se tornar Patrimônio Histórico da Humanidade da Unesco e formas de preservar seu bioma, o encontro também discutiu pontos da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável, da Organização das Nações Unidas (ONU). A Serra da Moeda e seu sinclinal é um ícone ambiental regional, pela riqueza dos recursos naturais e pelo acervo histórico e conjunto de patrimônios materiais e imateriais que formam um verdadeiro museu a céu aberto.

Para o presidente do IDeSCA, Breno Carone, a Serra da Moeda possui um grande potencial para o título mundial. “É uma região importantíssima, com um bioma riquíssimo, com os rios Paraopeba e das Velhas no meio. Temos que preservar e recuperar estes mananciais”, explica.

A diretora-geral da AGB Peixe Vivo, Célia Fróes, compôs a mesa de abertura do evento, juntamente com presidente do IDeSCA, Breno Carone; o secretário Nacional de Irrigação do Ministério da Integração, Ricardo Santa Rita; a coordenadora da ARCA – AMASERRA, Simone Botrel; o secretário de Meio Ambiente de Itabirito, Danilo Vieira Júnior e o presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Paraopeba (CBH Rio Paraopeba), Denes Lott.

Durante a abertura, Denes Lott, falou aos participantes do Fórum das Águas sobre a parceria que o CBH Rio Paraopeba firmou com o CBH Rio das Velhas que tem o objetivo de desenvolver, compartilhar e executar ações para o fortalecimento da gestão de recursos hídricos nas duas bacias. Além disso, o presidente do CBH Rio Paraopeba convidou todos a participarem da primeira ação da parceria que será um Seminário de mobilização social com a participação de órgãos de governo e sociedade civil que será realizado no dia 18 de novembro, na sede da Cemig, em Belo Horizonte.

Confira as fotos do Fórum das Águas

forumdasaguas

Mais informações e fotos em alta resolução:
Assessoria de Comunicação CBH Rio das Velhas
comunicacao@cbhvelhas.org.br