O Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio das Velhas (CBH Rio das Velhas) juntamente com a Associação Executiva de Apoio à Gestão de Bacias (AGB Peixe Vivo), a empresa GOS Florestal e demais parceiros, reuniu-se, no dia 19 de novembro, em Nova União, para a entrega oficial das obras do Projeto Hidroambiental de Recomposição de Matas Ciliares Degradadas e Manutenção Florestal na bacia do Rio Taquaraçu.

A bacia do Rio Taquaraçu, se localiza na região do Médio Rio das Velhas e é composta pelos municípios de Caeté, Jaboticatubas, Nova União, Santa Luzia e Taquaraçu de Minas. Os principais rios da região são: Taquaraçu, Vermelho e Ribeiro Bonito. Além desses, há também pequenos riachos e córregos no percurso da bacia.

As águas da bacia possuem um índice alto de qualidade da água, por isso o Rio Taquaraçu é considerado um dos mais importantes afluentes do Rio das Velhas contribuindo com um grande volume de águas limpas.

montagem_utetaquaracu
Unidade Territorial do Rio Taquaraçu. Crédito: Acervo CBH Rio das Velhas – TantoExpresso

Projeto Hidroambiental

O projeto hidroambiental da região visa promover a recomposição florística em matas ciliares degradadas da bacia e instalação de infraestrutura de proteção de nascentes hídricas e áreas de preservação permanente mapeadas em propriedades rurais cadastradas pelo CBH Rio das Velhas.

Os projetos hidroambientais são voltados para a recuperação e conservação de nascentes, curso de água e todo o ecossistema que alimenta e mantêm vivos os rios. Além disso, são demandas que surgem das comunidades motivadas por problemas de degradação hidroambiental, principalmente da poluição dos rios.

O projeto foi financiado pelo recurso da Cobrança pelo Uso da Água e foi dividido em duas grandes etapas. A primeira foi concluída em agosto de 2012 e consistiu na identificação de áreas degradas e cadastramento de proprietários rurais que aderiram ao projeto. A segunda etapa, iniciada em setembro de 2013 com duração de aproximadamente 24 meses, consistiu na realização de plantios de mudas de árvores nativas em áreas das nascentes e beiradas de córregos, cercamentos para proteção de áreas de preservação, recuperação de áreas degradadas por erosões e trabalhos de educação ambiental e mobilização social da comunidade local.

A entrega do projeto

No encontro o representante da GOS Florestal, Alessandro Vanini, apresentou aos presentes as etapas técnicas do projeto, apontou as estratégias de mobilização social realizadas com a comunidade da região, as ações de educação ambiental aplicado nas escolas da bacia e o cenário da região com a presença da empresa.

Alessandro agradeceu aos produtores, professores, alunos e a comunidade em geral pela participação e envolvimento. “O projeto foi desafiador, por ser grande e inovador”.

O presidente do CBH Rio das Velhas, Marcus Vinícius Polignano, destacou a importância da conservação e preservação da natureza e salientou a dificuldade da recuperação ambiental. “Temos que criar formas de equilíbrio entre a produção, industrialização e preservação do meio ambiente e parar com essa lógica da destruição”, afirmou Polignano.

O presidente, ainda destacou a importância da força do Comitê com a participação social e democrática dos envolvidos e disse que a mudança está nas mãos da comunidade da Bacia. Para finalizar, afirmou que o projeto é um exemplo “temos que basear em projetos assim, para que haja uma mudança efetiva”, concluiu.

montagem2_taquaracu
Da esq p/ dir.: Alessandro Vanini da GOS Florestal e Marcus Vinícius Polignano, presidente do CBH Rio das Velhas . Crédito: CBH Rio das Velhas – TantoExpresso – Ohana Padilha

A expectativa

As entidades envolvidas juntamente com a comunidade local esperam que o projeto sirva de exemplo para outras ações de preservação e conscientização da natureza. E que a comunidade dê sequência ao projeto realizando ações de conservação, preservação e recuperação ambiental.

Concurso de cartilhas nas escolas

O concurso de cartilhas foi uma ação de educação ambiental que a GOS Florestal viabilizou no interior das escolas e o tema das cartilhas foi “A importância da preservação das águas”. Os autores das três melhores cartilhas foram contemplados com prêmios.

Veja as cartilhas premiadas

Confira outras notícias sobre o projeto de recuperação da Bacia do Rio Taquaraçu

1º Momento de Campo em Nova União discute recuperação ambiental e garantia de água de qualidade para todos da Bacia do Rio das Velhas

CTECOM realiza reunião para acompanhar processos de comunicação, educação e mobilização de projetos hidroambientais

Veja as fotos do evento


Mais informações e fotos em alta resolução:

Assessoria de Comunicação CBH Rio das Velhas
comunicacao@cbhvelhas.org.br