Aconteceu na tarde de ontem (14), o processo eleitoral dos novos membros para a Gestão 2017 – 2019 do Subcomitê Águas da Moeda, o encontro aconteceu na Faculdade Milton Campos, em Nova Lima.

Na eleição, os conselheiros elegeram para a coordenação do poder público, Jair Paes, representando a Câmara Municipal de Rio Acima; para usuários de água elegeram Mauro Lobo, representante da empresa Vale e para sociedade civil Simone Brotel, representante do Instituto Guaicuí.

“Para a nova gestão do Subcomitê Águas da Moeda pretendemos que o conselho seja um modelo de referência para o nosso país. E esperamos o apoio e colaboração dos membros do colegiado e de todos aqueles que atuam na sub-bacia, a fim de realmente proteger e cuidar das nossas águas “, afirma Simone Brotel, coordenadora da sociedade civil e eleita como coordenadora geral do Subcomitê Águas da Moeda.

Os Subcomitês são órgãos consultivos e propositivos com atuação nas sub-bacias hidrográficas do Rio das Velhas. A proposta foi adotada com o objetivo de facilitar os processos de articulação e comunicação entre os membros e aproximar e articular a representatividade das diversas regiões da bacia junto à plenária do Comitê, à Diretoria e às Câmaras Técnicas.

Unidade Territorial Estratégica (UTE) Águas da Moeda: o território de gestão do Subcomitê Águas da Moeda, localiza-se no Alto Rio das Velhas e é composta pelos municípios de Itabirito, Nova Lima, Raposos, Rio Acima e Sabará. A Unidade possui uma área de 544,32 km2 e sua população chega a 89, 5 mil habitantes. Os rios principais da UTE Águas da Moeda são: Rio do Peixe, Ribeirão dos Marinhos, Ribeirão Congonhas, Córrego Padre Domingos e Córrego Água Limpa, com extensão de 42,36 Km dentro da área delimitada para a Unidade Territorial.

Veja as fotos da eleição:

<a href="https://flic.kr/s/aHskPaqteD" target="_blank">Click to View</a>

Mais informações e fotos em alta resolução:

Assessoria de Comunicação CBH Rio das Velhas
comunicacao@cbhvelhas.org.br