Os membros do Subcomitê Carste reuniram-se, no dia 16 de fevereiro, na sede da Copasa, em Lagoa Santa. A reunião teve o objetivo de eleger a nova composição do Subcomitê para a Gestão 2017 – 2019.

Os presentes elegeram para a coordenação do Subcomitê, a representante da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e de Meio Ambiente da Prefeitura de Confins, Maressa Diniz; para usuários de água, a representante da Copasa, Lilian Paula e para a sociedade civil, o representante da Associação Portuguesa dos Distribuidores de Água (APDA), Gefferson Guilherme.

Gefferson Guilherme, coordenador da sociedade civil e eleito como coordenador geral do Subcomitê Carste, fala que a expectativa para a nova gestão é de trazer melhorias para Unidade Territorial do Carste.

“Para a nova gestão, esperamos a continuidade do projeto Rede Asas do Carste, que tem trazido bons resultados para o Subcomitê e para o território da sub-bacia. Além disso, a coordenação espera mais diálogo, debate e envolvimento da comunidade do Carste”, destaca o novo coordenador.

Durante o processo eleitoral, o conselheiro, José de Castro Procópio ressaltou a importância do Subcomitê para a gestão dos recursos hídricos do Rio das Velhas.

“O Subcomitê é a forma que temos para realizar uma gestão compartilhada com espaço para o debate e o diálogo sobre os recursos hídricos. E para essa gestão é necessário levar em conta o Plano Diretor de Recursos Hídricos, pois temos que atentar para todos os fatores da Bacia que podem interferir na qualidade e quantidade de água”, salienta Procópio.

Veja as fotos da eleição:

<a href="https://flic.kr/s/aHskPfui1V" target="_blank">Click to View</a>

O projeto “Rede Asas do Carste” é desenvolvido, desde 2015, nos municípios de Lagoa Santa (Lagoa Central e Margem do Rio das Velhas), Confins (Lagoa Vargem Bonita), Pedro Leopoldo (Lagoa Santo Antônio e Sumidouro), Matozinhos (Lagoa Fluminense), Funilândia (Lagoa d’Fora) e Prudente Morais (Lagoa do Cercado). O “Rede Asas do Carste” tem como proposta desenvolver, com professores e alunos da rede municipal e estadual que estão instaladas próximas às lagoas cársticas atividades de campo para monitoramento e observação de aves no ambiente cárstico para que, assim, entendam o contexto em que vivem.

Assista ao vídeo e entenda o projeto:


Mais informações e fotos em alta resolução:

Assessoria de Comunicação CBH Rio das Velhas
comunicacao@cbhvelhas.org.br