Em visita técnica a nascentes do Rio Capivara, representantes do Subcomitê da Bacia Hidrográfica do Rio Bicudo, estiveram, no dia 19 de agosto, na propriedade de Luiz Fernando Almeida Paiva, na Comunidade de Buritizinho, pertencente a Corinto (MG).

A visita teve como objetivo aprofundar o conhecimento dos conselheiros do SCBH do Rio Bicudo sobre seu afluente Rio Capivara, localizado no Baixo Rio das Velhas. No momento, o Rio Capivara encontra-se interrompido em uma região próxima a propriedade visitada.

O coordenador-geral do Subcomitê Bicudo, Leandro Pereira, explica que a intenção da visita também foi mostrar que uma iniciativa simples e própria do proprietário das terras onde as nascentes estão localizadas pode gerar excelentes resultados. “O Luiz Fernando tem uma consciência ambiental muito boa. Com uma solução fácil que foi limpar a nascente ele gerou ótimos resultados não só para si próprio, mas também para toda a bacia do Rio das Velhas ao recuperar as nascentes que se encontram em sua propriedade”, esclarece.

Luiz Fernando tem uma grande preocupação com as duas nascentes localizadas em sua propriedade. “Faço o que for possível para conservar o que a natureza nos proporciona”, afirma.

Ele acrescenta ainda que está na região há sete anos. “Desde que vim para cá, nunca mais deixei queimarem o meu terreno. Poucos moradores aqui da região possuem a conscientização ambiental que deveriam”, completa.

A propriedade de Luiz Fernando possui três barraginhas que foram construídas a partir da proposta realizada pelo Comitê de Bacia Hidrográfica do Rio das Velhas (CBH Rio das Velhas), em parceria com o Subcomitê do Rio Bicudo, para recuperação da sub-bacia com a construção de 308 barraginhas na região de Morro da Graça e Corinto. “Fiquei muito feliz com a construção das barraginhas. Com elas conseguimos evitar a erosão do solo e a poluição das nascentes”, afirma.

Leandro acrescenta também que na região do Rio Bicudo algumas propriedades são cadastradas junto ao Instituto Estadual de Florestas (IEF) e já realizaram a recuperação de nascentes em parceria com os órgãos responsáveis e empresas parceiras.

Participaram também da visita às nascentes, membros do SCBH Santo Antônio do Maquiné  como uma ação de integração entre os Subcomitês.

Veja as fotos da visita

Preservação

As estratégias de preservação das nascentes devem englobar pontos básicos, tais como controle da erosão do solo por meio de estruturas físicas e barreiras vegetais de contenção, minimização de contaminação química e biológica, preservação das matas ciliares e evitar, ao máximo, qualquer intervenção humana.

O processo consiste, basicamente, em três fundamentos básicos: proteção da superfície do solo, criação de condições favoráveis à infiltração da água no solo e a redução da taxa de evapotranspiração.

 

Mais informações e fotos em alta resolução:
Assessoria de Comunicação CBH Rio das Velhas
comunicacao@cbhvelhas.org.br