Belo Horizonte foi palco da 13ª edição do Programa Pampulha Viva que é uma ação de responsabilidade ambiental que integra a programação do Dia Mundial de Limpeza de Rios e Praias, no dia 24 de outubro, no Parque Ecológico da Pampulha. O programa foi uma realização do Subcomitê Ribeirão do Onça que faz parte do Comitê de Bacia Hidrográfica do Rio das Velhas (CBH Rio das Velhas).

O objetivo do Pampulha Viva é de mobilizar e educar a população sobre a responsabilidade ambiental e a preservação de nascentes e cursos d’água. O movimento atua com palestras e atividades lúdicas de conscientização e educação ambiental com a participação das escolas localizadas nas bacias hidrográficas da Pampulha e do Ribeirão Onça.

A supervisora da Escola Estadual Professora Lígia Maria de Magalhães de Contagem, Sirléia Alves de Almeida, considera as atividades do Pampulha Viva muito importantes para os alunos. “Antes de participarmos das ações deste programa, preparamos os alunos em sala de aula com um projeto sobre as nascentes em torno da escola que eles frequentam. A maioria dos alunos não sabia que a região possui diversas nascentes e a importância delas. O trabalho de conscientização é muito importante pois esses alunos são o futuro da sociedade”, afirma.

Cerca de 400 estudantes e professores, voluntários de 10 municipais e estaduais, sendo cinco localizadas em Belo Horizonte e cinco em Contagem, juntamente com representantes de empresas e instituições públicas, participaram de ações de educação ambiental.

Excepcionalmente este ano o Programa Pampulha Viva não realizou a coleta de resíduos nas bacias hidrográficas da Pampulha e do Ribeirão Onça, esclarece o conselheiro do Subcomitê Ribeirão do Onça, Márcio Lima. “Nós do Subcomitê estamos conduzindo as ações do Pampulha Viva para que o programa transforme-se em um movimento da região do médio e alto Ribeirão do Onça”.

Confira as fotos do Pampulha Viva 2015

 

Mais informações e fotos em alta resolução:
Assessoria de Comunicação CBH Rio das Velhas
comunicacao@cbhvelhas.org.br