Aconteceu na quinta-feira (10), reunião conjunta entre os Subcomitês Nascentes e Rio Itabirito na mineradora Vale, em Nova Lima.

Iniciando o encontro, representantes da Vale apresentaram os empreendimentos minerários da empresa e falaram sobre a obra de contenção de erosão realizada na mina Águas Claras, lozalizada no pé da Serra do Curral e que divide os municípios de Belo Horizonte e Nova Lima.

Na oportunidade, a representante da Vale, Maria Luiza, falou sobre a hidrografia da Bacia do Rio das Velhas que está inserida no contexto dos empreendimentos da empresa. Os principais cursos d’água são: Rio Itabirito, Ribeirão Mata Porcos, Ribeirão do Silva, Rio Maracujá, Ribeirão do Funil, Córrego Olaria e Córrego do Andaime.

Os presentes também discutiram a situação atual da Bacia na região das UTEs Nascentes e Rio Itabirito. A região localiza-se no Alto Rio das Velhas e é cabeceira do Rio das Velhas, por isso a preocupação em manter o manancial da região preservado.

O coordenador-geral do Subcomitê Nascentes, Ronald de Carvalho, faz um alerta sobre a preservação da sub-bacia do Rio Itabirito, por conta da pressão de desenvolvimento urbano que têm acontecido nos arredores do curso d’água.

Veja as fotos:

<a href="https://flic.kr/s/aHskLTJpQ7" target="_blank">Click to View</a>

Mais informações e fotos em alta resolução:

Assessoria de Comunicação CBH Rio das Velhas
comunicacao@cbhvelhas.org.br