A visita faz parte do processo de seleção do Ato Convocatório n°003/2015, que visa à realização de Plano de Manejo do parque.

O Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio das Velhas (CBH Rio das Velhas), Associação Executiva de Apoio a Gestão de Bacias Hidrográficas Peixe Vivo (AGB Peixe Vivo) e empresas interessadas realizaram, no dia 14 de dezembro, uma visita técnica para contratação de pessoa jurídica especializada para elaboração de Plano de Manejo do Parque Natural Municipal das Andorinhas, em Ouro Preto.

Plano de Manejo e o Parque das Andorinhas

O Plano de Manejo é um documento técnico, com fundamento nos objetivos de uma Unidade de Conservação, que estabelece o zoneamento e normas de uso da área e manejo de recursos naturais. Desse modo, o Plano de Manejo que será executado para o Parque das Andorinhas terá o objetivo de ser um instrumento gerencial de trabalho que assegure uma gestão eficiente, eficaz, descentralizada, participativa e corresponsável, no cumprimento de seus objetivos de conservação. E que ainda, contemple as relações do parque com a população do seu entorno, bem como os fatores bióticos e abióticos cuja integridade é estabelecida com o advento das normas de criação.

montagem-fotos-ilustrativas-andorinhas
Parque Natural Municipal das Andorinhas. (Crédito: Acervo CBH Rio das Velhas -TantoExpresso – Bianca Aun)

São objetivos específicos da contratação:

– Realização de diagnóstico da situação socioambiental, a caracterização ambiental e institucional do Parque Natural Municipal das Andorinhas e do seu entorno;
– Definição do zoneamento do Parque Natural Municipal das Andorinhas;
– Definição do planejamento estratégico do Parque Natural Municipal das Andorinhas, por meio de proposições, principalmente voltadas para a UC e seu entorno, com a finalidade de minimizar/reverter conflitos e otimizar situações favoráveis à UC;
– Permitir à Prefeitura Municipal de Ouro Preto a valorização dos aspectos histórico-culturais, sociais e ambientais do município, promover o fortalecimento de parcerias com os diversos setores da sociedade;
– Envolver a população local e regional no processo de elaboração do Plano de Manejo da UC, tornando-a participante e comprometida com as estratégias propostas.

TDR – Plano de Manejo no Parque das Andorinhas

Ato Convocatório Nº 003/2015

O Parque das Andorinhas

A Unidade de Conservação, Parque Natural Municipal das Andorinhas, situa-se na Serra do Espinhaço, no município de Ouro Preto e está inserido entre os dois biomas mais ameaçados no Brasil: Mata Atlântica e Cerrado.

A formação geológica do local é um importante divisor de águas de Bacias Hidrográficas Federais, já que em seu território encontra-se nascentes da sub-bacia do Rio das Velhas, contribuinte da Bacia do Rio São Francisco e nascentes da sub-bacia do Rio Piranga, contribuinte da Bacia do Rio Doce. Assim, a proteção deste manancial é de enorme importância por se tratar de áreas de nascentes, cabeceiras e de recarga hídrica das sub-bacias.

A visita técnica

Durante a visita técnica ao Parque Natural Municipal das Andorinhas, a equipe de mobilização do CBH Rio das Velhas, a equipe técnica da AGB Peixe Vivo e representantes do Parque apresentaram para as empresas interessadas o contexto que se insere na UC e esclareceram dúvidas dos presentes.

Veja as fotos da visita

Conheça o território da Unidade Territorial Estratégica (UTE) Nascentes

UTE_Nascentes_CBH-Rio-das-Velhas-web-1500px


Mais informações e fotos em alta resolução:

Assessoria de Comunicação CBH Rio das Velhas
comunicacao@cbhvelhas.org.br