A Unidade Territorial Estratégica Nascentes localiza-se no Alto Rio das Velhas, possui uma área de 541,58 km2 integrada pelos municípios de Itabirito e Ouro Preto. Nesta UTE, o Rio das Velhas tem 55 quilômetros de comprimento, de suas nascentes no Parque Natural Municipal Cachoeira das Andorinhas, em Ouro Preto, até a barragem de Rio de Pedras, em Acuruí, distrito de Itabirito. Sua área urbana com maior representatividade é Cachoeira do Campo, distrito de Ouro Preto e seus principais afluentes são: Rio Maracujá, Ribeirão do Funil, Córrego Olaria e Córrego do Andaime.

Assista ao vídeo

.

O principal rio é o Rio das Velhas que tem 55 Km de comprimento dentro da área delimitada da UTE Nascentes. O solo desta região é classificado como de cobertura natural que representa 82% da superfície, a totalidade da área está inserida no Quadrilátero Ferrífero e 64% de seu território apresenta forte fragilidade a erosão. A agricultura ocupa apenas 3,32% da área.

A UTE Nascentes possui sete Unidades de Conservação (UC) inseridas parcialmente em seu território, somando aproximadamente 31.200 ha de áreas protegidas (57,64% da área total da UTE). Quanto à administração dessas áreas, são três unidades estaduais, três municipais e uma federal. A totalidade da área da UTE Nascentes é considerada, quanto à sua prioridade, Especial para conservação.

Os distritos que compõem a UTE Nascentes possuem canalização parcial de esgoto, mas esses efluentes não são tratados. Quanto aos resíduos sólidos, ocorre a coleta de lixo e disposição em aterro controlado, localizado próximo à sede de Ouro Preto. O aterro controlado é uma forma de disposição de lixo intermediária entre o lixão e o aterro sanitário, não é passível de licenciamento e é considerado uma forma irregular de destinação de resíduos.

Quanto à qualidade das águas, a UTE Nascentes apresenta em sua área de drenagem corpos d`água com Classe Especial, Classe 1 e Classe 2. E ainda cinco estações de amostragem de qualidade das águas operadas pelo IGAM, das quais três no rio das Velhas e duas em tributários, ribeirão Funil e rio Maracujá. Além de seis estações de amostragem referentes ao auto monitoramento realizado pelas indústrias presentes na região.

Leia a versão digital da cartilha

Vejas as fotos da região

Subcomitê da Bacia Hidrográfica Nascentes

O Subcomitê da Bacia Hidrográfica Nascentes foi criado no dia 22 de agosto de 2014 e representa o início da Bacia do Velhas, pois abriga a nascente do rio, no Parque Cachoeira das Andorinhas, em Ouro Preto.

Composição do Subcomitê Nascentes

Poder Público

Titulares

1 SEMMA – Ouro Preto Penha Aparecida Vicente
2 SEMAM – Itabirito Fabíola de Pena Forte Nonato
3 Instituto Estadual de Florestas Alberto Vieira de Melo Matos
4 Câmara Municipal de Ouro Preto Francisco de Assis G. da Silva

Suplentes

1 SEMMA – Ouro Preto Erika Curtiss dos Santos
2 SEMAM – Itabirito Em aberto
3 Instituto Estadual de Florestas Júlia Cecília Martins Braga
4 Em aberto Em aberto

 

Usuários de Água

Titulares

1 SAAE Itabirito Heloísa Cristina França Cavallieri Pedrosa
2 SEMAE Ouro Preto Viviane das Graças Rodrigues Pires
3 BEMIL Ivana Célia Oliveira
4 Pedreira Irmãos Machado Fellipe Ramos Baptista

Suplentes

1 Jaguar Mining Rayssa G. de Sousa
2 Rodol Carlos Eduardo da Silva
3 COPASA Maria Aparecida de Souza
4 CEMIG Renato Júnio Constâncio

 

Sociedade Civil

Titulares

1 Associação Quadrilátero das Águas Ronald de Carvalho Guerra
2 Fundação Gorceix Marco Antônio Ferreira Pedrosa
3 Fundação Aleijadinho Edenir Ubaldo Monteiro
4 Associação de Proteção Ambiental Ouro Preto – APAOP Maria das Graças de Melo Ferreira

Suplentes

1 ONG Brigada 1 Jurandir José dos Santos
2 Associação Comunitária dos Artesãos e Agricultores de Maciel Carlos Lucchi Rocha
3 Santo Antônio do Leite Vander Luiz de Paula
4 Sindicato Rural de Itabirito José Luiz Esteves dos Santos

UTE_Nascentes_1500px