Unidade Territorial Estratégica Nascentes

A Unidade Territorial Estratégica Nascentes localiza-se no Alto Rio das Velhas, possui uma área de 541,58 km2 integrada pelos municípios de Itabirito e Ouro Preto. Nesta UTE, o Rio das Velhas tem 55 quilômetros de comprimento, de suas nascentes no Parque Natural Municipal Cachoeira das Andorinhas, em Ouro Preto, até a barragem de Rio de Pedras, em Acuruí, distrito de Itabirito. Sua área urbana com maior representatividade é Cachoeira do Campo, distrito de Ouro Preto e seus principais afluentes são: Rio Maracujá, Ribeirão do Funil, Córrego Olaria e Córrego do Andaime.

Assista ao vídeo

.

O principal rio é o Rio das Velhas que tem 55 Km de comprimento dentro da área delimitada da UTE Nascentes. O solo desta região é classificado como de cobertura natural que representa 82% da superfície, a totalidade da área está inserida no Quadrilátero Ferrífero e 64% de seu território apresenta forte fragilidade a erosão. A agricultura ocupa apenas 3,32% da área.
A UTE Nascentes possui sete Unidades de Conservação (UC) inseridas parcialmente em seu território, somando aproximadamente 31.200 ha de áreas protegidas (57,64% da área total da UTE). Quanto à administração dessas áreas, são três unidades estaduais, três municipais e uma federal. A totalidade da área da UTE Nascentes é considerada, quanto à sua prioridade, Especial para conservação.
Os distritos que compõem a UTE Nascentes possuem canalização parcial de esgoto, mas esses efluentes não são tratados. Quanto aos resíduos sólidos, ocorre a coleta de lixo e disposição em aterro controlado, localizado próximo à sede de Ouro Preto. O aterro controlado é uma forma de disposição de lixo intermediária entre o lixão e o aterro sanitário, não é passível de licenciamento e é considerado uma forma irregular de destinação de resíduos.
Quanto à qualidade das águas, a UTE Nascentes apresenta em sua área de drenagem corpos d`água com Classe Especial, Classe 1 e Classe 2. E ainda cinco estações de amostragem de qualidade das águas operadas pelo IGAM, das quais três no rio das Velhas e duas em tributários, ribeirão Funil e rio Maracujá. Além de seis estações de amostragem referentes ao auto monitoramento realizado pelas indústrias presentes na região.

Leia a versão digital da cartilha. DOWNLOAD DO ARQUIVO PDF.

Vejas as fotos da região

[Gallery-H album=’UTENascentes’ template=’t1]

Subcomitê da Bacia Hidrográfica Nascentes

O Subcomitê da Bacia Hidrográfica Nascentes foi criado no dia 22 de agosto de 2014 e representa o início da Bacia do Velhas, pois abriga a nascente do rio, no Parque Cachoeira das Andorinhas, em Ouro Preto.

Composição do Subcomitê Nascentes

Poder Público

Titulares

1SEMMA – Ouro PretoPenha Aparecida Vicente
2SEMAM – ItabiritoFabíola de Pena Forte Nonato
3Instituto Estadual de FlorestasAlberto Vieira de Melo Matos
4Câmara Municipal de Ouro PretoFrancisco de Assis G. da Silva

Suplentes

1SEMMA – Ouro PretoErika Curtiss dos Santos
2SEMAM – ItabiritoEm aberto
3Instituto Estadual de FlorestasJúlia Cecília Martins Braga
4Em abertoEm aberto

 

Usuários de Água

Titulares

1SAAE ItabiritoHeloísa Cristina França Cavallieri Pedrosa
2SEMAE Ouro PretoViviane das Graças Rodrigues Pires
3BEMILIvana Célia Oliveira
4Pedreira Irmãos MachadoFellipe Ramos Baptista

Suplentes

1Jaguar MiningRayssa G. de Sousa
2RodolCarlos Eduardo da Silva
3COPASAMaria Aparecida de Souza
4CEMIGRenato Júnio Constâncio

 

Sociedade Civil

Titulares

1Associação Quadrilátero das ÁguasRonald de Carvalho Guerra
2Fundação GorceixMarco Antônio Ferreira Pedrosa
3Fundação AleijadinhoEdenir Ubaldo Monteiro
4Associação de Proteção Ambiental Ouro Preto – APAOPMaria das Graças de Melo Ferreira

Suplentes

1ONG Brigada 1Jurandir José dos Santos
2Associação Comunitária dos Artesãos e Agricultores de MacielCarlos Lucchi Rocha
3Santo Antônio do LeiteVander Luiz de Paula
4Sindicato Rural de ItabiritoJosé Luiz Esteves dos Santos

UTE_Nascentes_1500px