Com o objetivo de articular a integração, a gestão e o fortalecimento dos Comitês nos âmbitos estadual e federal, aconteceu nos dias 02 e 03 de março, na Supram, em Belo Horizonte, reunião do Fórum Mineiro de Comitês de Bacias Hidrográficas (FMCBH). Estiveram presentes representantes dos Comitês de Bacia mineiros.

Iniciando o evento, o coordenador-geral do FMCBH, Hideraldo Buch e coordenador-adjunto, Marcus Vinícius Polignano, agradeceram a presença dos Comitês e ao apoio do Instituto Mineiro de Gestão das Águas (Igam) para a realização do evento. Os coordenadores esperam que o Fórum sirva para o fortalecimento dos Comitês mineiros e para a melhoria das ações e estratégias em prol dos rios. “Acreditamos na consciência coletiva e na mudança”, afirma Polignano.

montagem_forumdecomite Da esquerda para a direita: Marcus Vinícius Polignano, coordenador-adjunto do FMCBH e Hideraldo Buch, coordenador-geral (Crédito: CBH Rio das Velhas – TantoExpresso – Ohana Padilha)

No primeiro dia de evento, o representante da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig), Cléber Maia, apresentou a proposta do workshop “Programa Plantando Futuro” que prevê o plantio de árvores, recuperação de áreas degradadas e de nascentes. Para Cléber o apoio e participação dos Comitês é de suma importância para a realização do workshop. Assim, o coordenador-adjunto do FMCBH e presidente do Comitê de Bacia Hidrográfica do Rio das Velhas (CBH Rio das Velhas), Marcus Vinícius Polignano, e os demais presentes definiram que o workshop acontecerá no dia 22 de março, no Ministério da Agricultura.

O representante do Igam, Rodrigo Mundim, falou sobre o Programa de Fortalecimento da Política Estadual de Recursos Hídricos e apresentou o Prêmio pelas Boas Práticas de Gestão de Recursos Hídricos nos municípios mineiros. Durante a apresentação os presentes debateram sobre as propostas e diretrizes do Programa.

Com o objetivo de estruturar e dar condições operacionais aos Comitês de Bacias que ainda não realizam a cobrança pelo uso da água, o representante do Igam, Breno Esteves Lasmar, explicou como acontecerá a estruturação.

A diretora geral do Igam, Maria de Fátima Chagas, mostrou as mudanças no Sistema Estadual de Meio Ambiente (Sisema) e afirmou que estão trabalhando para a reestruturação. “Com as mudanças no Sisema, o nível de diálogo entre o Igam e Comitês deve mudar para que haja um avanço na gestão do recursos hídricos”, afirma Polignano.

O presidente do CBH Araguari, Antonio Giacomini, apresentou no Fórum as propostas e encaminhamentos dirigidos aos Comitês de Bacias pelo seminário das “Águas de Minas III”, realizado pela Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) no ano de 2015. Antônio disse que algumas propostas passam pelos CBHs e que eles devem propor soluções e trabalhar em cima das sugestões para a melhora da gestão.

Veja o relatório

 

No segundo dia de evento, Marcus Vinícius Polignano, falou sobre a comemoração do Dia Mundial da Água que acontecerá no dia 21 de março, na Plenária Central da ALMG (segunda-feira), em Belo Horizonte, e que contará com a participação dos Comitês mineiros. “A participação de todos é fundamental e o objetivo é levar um discurso mais político sobre a questão dos rios de Minas”, afirma Polignano.

O deputado estadual e presidente da Comissão das Águas da ALMG, Iran Barbosa, falou sobre o relatório referente ao seminário “Águas de Minas III”, que aconteceu em 2015. Ele também esclareceu sobre os encaminhamentos do relatório e deu um panorama sobre a questão econômica do estado de Minas Gerais e as dificuldades para a gestão dos recursos hídricos.

Veja as fotos do evento


Mais informações e fotos em alta resolução:

Assessoria de Comunicação CBH Rio das Velhas
comunicacao@cbhvelhas.org.br