A terceira edição da revista do Comitê de Bacia Hidrográfica do Rio das Velhas (CBH Rio das Velhas) foi lançada durante a 88ª Plenária, que aconteceu no mês de fevereiro de 2015.

O Rio Cipó é a matéria de capa da terceira edição da revista do CBH Rio das Velhas, pela sua importância para a Bacia e por ser um exemplo de qualidade das suas águas. A matéria mostra que a presença de um grande número de riachos e nascentes, ainda pouco afetados por atividades humanas, ajudam a manter as águas do Rio Cipó preservadas e de boa qualidade.

Outro assunto de destaque na revista é a criação do Grupo Gestor da Vazão do Alto Rio das Velhas pelo CBH Rio das Velhas no ano de 2015. A criação deste grupo representa um avanço na gestão dos recursos hídricos e foi uma das principais conquistas do Comitê no ano passado.

plenaria88_cbhvelhas_tantoexpresso_ohanapadilha-1Lançamento da Revista Nº3 do CBH Rio das Velhas realizado na Plenária de fevereiro (Foto: Tanto expresso – Ohana Padilha)

Também é destaque uma entrevista sobre o processo de seleção de projetos de demandas espontâneas com o coordenador da Câmara Técnica de Planejamento e Controle (CTPC), Mateus Valle de Carvalho Oliveira e com as assessoras técnicas da Agência Peixe Vivo, Jacqueline Evangelista Fonseca e Patrícia Sena Coelho Cajueiro. Em 2015, o CBH Rio das Velhas convocou os seus subcomitês, prefeituras e instituições hidroambientais a apresentarem demandas espontâneas de projetos, estudos e obras, visando a racionalização do uso e melhoria dos aspetos quantitativos e qualitativos dos recursos hídricos da Bacia do Rio das Velhas.

O lançamento do livro “Rios Invisíveis da Metrópole Mineira”, do autor Alessandro Borsagil é outro assunto de destaque da revista. O livro é resultado de uma pesquisa sobre os rios urbanos de Belo Horizonte realizada pelo autor por cinco anos. O objetivo do livro é reconhecer o que se perdeu ao longo dos anos com o desenvolvimento de Belo Horizonte.

Desejamos uma boa leitura!

Leia a versão digital da revista