Dando continuidade a programação das comemorações ao Dia Mundial da Água, o Subcomitê Ribeirão Jequitibá, vinculado ao Comitê de Bacia Hidrográfica do Rio das Velhas (CBH Rio das Velhas), Faculdade Santo Agostinho, UNIFEMM, Ambev, WWF, Projeto Manuelzão e portal Geraes Notícias realizaram atividades ambientais e educacionais na sub-bacia do Ribeirão Jequitibá, no Dia Mundial da Água (22), nos municípios de Sete Lagoas e Jequitibá.

A unidade do Ribeirão Jequitibá localiza-se no Médio Rio das Velhas e é composta pelos municípios de Capim Branco, Funilândia, Jequitibá, Prudente de Morais e Sete Lagoas, ocupa uma área de 624,08 km2 e detém uma população de 145.729 habitantes. Os principais cursos d’água da Unidade são o Ribeirão Paiol, Ribeirão Jequitibá, Córrego Cambaúba, Córrego Saco da Vida e Ribeirão do Matadouro.

Iniciando as atividades, parceiros e alunos do curso de engenharia ambiental e sanitária da Faculdade de Santo Agostinho realizaram uma expedição no Ribeirão Jequitibá para monitorar a qualidade da água da sub-bacia.

Na oportunidade, o coordenador – geral do Subcomitê, Lairsson Couto visitou com os alunos três pontos de monitoramento da bacia do Ribeirão Jequitibá e ensinou como realizar coletas de amostras de água. “O campo faz parte do projeto “Bacias”, em parceria da  WWF com a Ambev, e tem a finalidade de monitorar a qualidade da água do Ribeirão Jequitibá em oito pontos da calha e em oito pontos dos seus afluentes para depois diagnosticar as águas do Jequitibá. No primeiro ponto, no Jeq 4, a água estava com pouca qualidade por conta do lançamento de esgoto doméstico”, explicou Couto.

Daniela Melo, conselheira do Subcomitê e professora da Faculdade Santo Agostinho, salientou a importância de levar os alunos para o trabalho de campo. “A oportunidade para os alunos é única e diferenciada, pois esse campo irá engrandecer e enriquecer o conhecimento de cada um deles. Alem disso, é uma forma conscientizar e mobilizar a nova geração sobre a presença do Subcomitê na região”, ressaltou Melo.

montagem1_coleta
Alunos aprendem como coletar amostra de água (Crédito: Ohana Padilha)

Em continuação ao dia de trabalho, aconteceu na comunidade de Doutor Campolina, em Jequitibá uma roda conversa sobre com o tema da Água. Na oportunidade, Pierre André contou histórias do Rio das Velhas para as crianças da comunidade.

montagem3_rodadeconversa
Oficina com crianças da comunidade de Doutor Campolina, em Jequitibá (Crédito: Poliana Valgas)

Na parte da tarde, o mobilizador social do CBH Rio das Velhas, Élio Domingos Neto, realizou uma oficina sobre o Plano Diretor de Recursos Hídricos aplicado à sub-bacia do Ribeirão Jequitibá. “O curso tem o objetivo de ser uma iniciativa para o exercício e aplicação de ações para a melhoria da qualidade e quantidade de água, por meio dos estudos das agendas do Plano Diretor”.

O Plano Diretor é um instrumento de gestão, em que são apresentadas orientações ao órgão gestor de recursos hídricos relacionadas à concessão das outorgas, áreas de interesse hídricos, contextos de maior demanda de água, potenciais conflitos, etc. O documento propõe diretrizes dos projetos de recuperação das áreas degradadas e de conflitos da Bacia do Rio das Velhas e, na área da disponibilidade hídrica, dá conhecimento aos diferentes usos das águas, seus consumos por atividade, com a apresentação dos resultados do cadastramento de usuários.

montagem2_oficina
Oficina sobre o Plano Diretor de Recursos Hídricos (Crédito: Ohana Padilha)

Finalizando o dia de trabalho, aconteceu na Câmara de Vereadores de Sete Lagoas uma reunião especial com o tema “Água”.

Veja as fotos do Dia Mundial da Água na bacia do Ribeirão Jequitibá

<a href="https://flic.kr/s/aHskSV57QU" target="_blank">Click to View</a>

Assista ao vídeo do evento

A programação de eventos em homenagem ao Dia Mundial da Água continua em Jequitibá, confira a programação:

17453632_1276500855731825_1028105317_o


Mais informações e fotos em alta resolução:

Assessoria de Comunicação CBH Rio das Velhas
comunicacao@cbhvelhas.org.br