Nesta segunda (4) e terça-feira (5), o Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio das Velhas (CBH Rio das Velhas) promoveu treinamento junto a usuários de água e representantes do poder público em geral sobre a operação e funcionamento do SIGA Rio das Velhas. O encontro aconteceu na Unidade João Pinheiro da Faculdade Promove, em Belo Horizonte. O SIGA é uma plataforma digital que permite a gestão do conhecimento produzido e o acesso de forma abrangente e colaborativa ao conjunto de informações a respeito da Bacia Hidrográfica do Rio das Velhas.

O treinamento foi dividido a partir de três funcionalidades do SIGA: SIPLAN, módulo de gestão e atualização de dados, com o objetivo de administrar toda a informação produzida no Plano Diretor da Bacia; Módulo Velhas Map, ferramenta de visualização e análise espacial que permite a exibição da informação geográfica disponível em um ambiente georreferenciado; e Módulo SAO, que é o Sistema de Acompanhamento de Outorgas, que fornece aos usuários as informações públicas a respeito das outorgas concedidas na bacia.

“O objetivo da plataforma é efetivamente aprimorar o processo de planejamento, controle e gestão da bacia, fornecendo informações aos gestores em termos de vazão, qualidade da água, características do municípios, outorgas, captação de água, etc. De posse de todos esses dados, os gestores tem melhores condições de definir o que deve ser implementado ao longo da bacia”, afirmou o representante da empresa que desenvolveu o software.

 Treinamento de dois dias reuniu usuários de água, conselheiros do CBH Rio das Velhas e representantes do poder público em geral.

Seguindo essa mesma linha, Túlio Bahia, do IGAM (Instituto Mineiro de Gestão das Águas), lembrou que a ferramenta decorre do Plano Diretor de Recursos Hídricos da Bacia Hidrográfica do Rio das Velhas e que por isso traz informações importantes e atuais. “Tendo em vista que Plano Diretor foi atualizado em 2015 e que levantou uma série de dados sobre as 23 UTEs [Unidades Territoriais Estratégicas] da bacia, eu entendo que o SIGA pode subsidiar a tomada de decisão [dos gestores públicos] em relação à gestão da água”.

Bahia também falou sobre as expectativas de apropriação do software por parte dos técnicos do IGAM. “A gente espera conhecer a ferramenta, poder utilizá-la em breve e também multiplicá-la dentro do órgão, para que possa futuramente servir para que outras bacias desenvolvam os seus próprios sistemas”.

O conselheiro e vice-presidente do CBH Rio das Velhas, Ênio Resende, também participou do curso e destacou o fato de a ferramenta permitir não somente a consulta, como também a interação ao seu conjunto de informações. “O usuário de maneira geral, e todos aqueles que militam na questão dos recursos hídricos e meio ambiente, vão ter ali inúmeras informações não só para ler, mas trabalhar também, criando mapas, cenários. Enfim, é uma ferramenta excelente de informação de como está a bacia, tanto de diagnóstico, quanto de prognóstico. Um instrumento inédito em termos de comitê de bacia”, concluiu.

A plataforma já está no ar e pode ser acessada pelo endereço: siga.cbhvelhas.org.br/portal/index.zul

Veja fotos do treinamento:

<a href="https://flic.kr/s/aHsm92cSeB" target="_blank">Click to View</a>

Confira as apresentações utilizadas no treinamento:

 

 

SIGA Rio das Velhas

Confira outras funcionalidades do sistema:

  • Armazenar, publicar e manter os dados produzidos na elaboração do Plano Diretor de Recursos Hídricos da Bacia Hidrográfica do Rio das Velhas;
  • Armazenar, publicar e manter os dados de acompanhamento das outorgas de uso da água, emitidos para a bacia do Rio das Velhas;
  • Armazenar, publicar e manter os dados geográficos da bacia, permitindo a construção e aplicação de modelos de análise espacial;
  • Permitir a gestão dos conteúdos dos usuários e das ferramentas que compõem a plataforma;
  • Permitir a difusão de informações e conteúdos por meio de uma sala de situação que será futuramente implantada pelo CBH Rio das Velhas.

Mais informações:

Assessoria de Comunicação CBH Rio das Velhas
comunicacao@cbhvelhas.org.br