Na tarde do sábado (30), aconteceu na Sede Administrativa do Parque Estadual Serra do Cabral, a abertura da expedição que ocorrerá entre os dias 01 e 04 de agosto.

Na oportunidade, estiveram presentes os prefeitos dos municípios da Unidade Territorial Estratégica (UTE) Rio Curimataí, conselheiros do Subcomitê Rio Curimataí, representantes do Instituto Estadual de Florestas e convidados.

O prefeito de Buenópolis, José Alves, ressaltou na atividade a importância da preservação das nascentes para a subsistência humana e destacou que a água é o bem mais importante da vida.

Para Célio Caldeira, prefeito do município de Joaquim Felício, a ação tem o objetivo de mapear e proteger as nascentes contribuintes para o Rio das Velhas. “Sabemos que protegendo a natureza também estamos protegendo a vida e criando melhores condições para todos nós”, afirma.

As nascentes são responsáveis por abastecer os riachos, córregos e cursos d’água e a sua proteção reflete na melhoria da qualidade e quantidade dos rios. Nesse sentido, Procópio de Castro, representante do CBH Rio das Velhas, destaca que o diagnóstico das nascentes do Rio Curimataí é uma ação fundamental para o cenário atual da Bacia do Rio das Velhas. “O Rio das Velhas está passando por um momento de conflito por conta do baixo nível da água”, ressalta.

Além disso, no contexto da campanha “Água como Direito Humano”, Procópio afirma que a ação busca garantir o direito das pessoas ao acesso à água. “Água é um direito, é direito humano, direito da natureza, das plantas, da vegetação e da vida”, e ainda completa, “ uma nascente pode parecer pouco, mas são de nascentes e de gotas que se fazem um grande rio”.

Veja as fotos da abertura

Expedição Serra do Cabral

Na tarde de ontem (01), deu-se início a expedição. A ação tem o objetivo de classificar as principais nascentes da bacia do Rio Curimataí na vertente do Rio das Velhas, diagnosticando o grau de preservação ou degradação. Além disso, é uma forma de gerar informações que serão utilizadas para o planejamento e definição das ações pontuais e difusas, cabíveis a cada situação encontrada.

“A expedição é muito sonhada e trará grandes benefícios. Os nossos rios estão com pouca água, assim a expedição fornecerá informações sobre a gravidade do problema”, afirma o conselheiro do Subcomitê Rio Curimataí, Hermes Carneiro Santana.

montagem_expedicao

Serra do Cabral

A Serra do Cabral está situada na região da Unidade Territorial Estratégica (UTE) Rio Curimataí e parte de seu território forma a área do Parque Estadual Serra do Cabral, localizado em Buenópolis, Augusto de Lima e Joaquim Felício.

A Serra faz parte da Cordilheira do Espinhaço e é um divisor de águas entre os rios das Velhas e Jequitaí, ambos afluentes da margem direita do Rio São Francisco. O local também se destaca pelo grande número de sítios arqueológicos pré-históricos existentes, já que na Serra viveram povos indígenas nômades até aproximadamente 350 anos atrás.

Veja as fotos da Serra


Mais informações e fotos em alta resolução:

Assessoria de Comunicação CBH Rio das Velhas
comunicacao@cbhvelhas.org.br