Na reunião ordinária do Subcomitê Guaicuí que ocorreu nos dias 02 e 03 de maio, em Várzea da Palma, contou com a participação dos coordenadores dos Subcomitês Rio Itabirito e Jequitibá .

A ideia de reunir os três representantes de cada região da Bacia é a de promover a troca de experiências sobre o “Programa Produtor de Água” e de incentivar a integração dos trabalhos entre as regiões Alto, Médio e Baixo.

Histórico

Segundo o coordenador –geral do Subcomitê Guaicuí , Jacqueson Azevedo, a região de gestão do Subcomitê, a Unidade Territorial Estratégica (UTE) Guaicuí, é a maior Unidade Territorial da Bacia do Rio das Velhas. E segundo o Plano Diretor de Recursos Hídricos (PDRH) a agenda prioritária da região é a laranja (agropecuária). Nesse contexto, Jacqueson informa que há um contraste entre a demanda pela água entre as atividades de produção e a oferta da mesma, já que o índice pluviométrico tem caído nos últimos quatro anos e isso vem causando vários transtornos. “Os nossos córregos e riachos que antes eram perenes tem se tornado intermitentes”, conta o coordenador-geral.

Diante dessa realidade, as associações rurais e os integrantes do Subcomitê Guaicuí vem discutindo sobre o projeto “Produtor de Água”. O Produtor de Água é uma iniciativa da Agência Nacional de Águas (ANA) que tem como objetivo a redução da erosão e doassoreamento dos mananciais nas áreas rurais. O programa, de adesão voluntária, prevê o apoio técnico e financeiro à execução de ações de conservação da água e do solo, como, por exemplo, a construção de terraços e bacias de infiltração, a readequação de estradas vicinais, a recuperação e proteção de nascentes, o reflorestamento de áreas de proteção permanente e reserva legal, o saneamento ambiental, etc. Prevê também o pagamento de incentivos (ou uma espécie de compensação financeira) aos produtores rurais que, comprovadamente contribuem para a proteção e recuperação de mananciais, gerando benefícios para a bacia e a população.

Assim, Jacqueson fala que como os Subcomitês Rio Itabirito e Ribeirão Jequitibá já desenvolvem o projeto “Produtor de Água” em suas subbacias, o Subcomitê Guaicuí convidou representantes dos mesmos para o compartilhamento das experiências do projeto.

“O mais interessante é que como um Subcomitê é do Alto (Rio Itabirito) e o outro é do médio (Ribeirão Jequitibá) as perspectivas, a metodologia, os interesses e a cultura são totalmente diferentes, o que possibilitou uma reunião muito proveitosa”, conta Jacqueson.

“O encontro foi muito bom e produtivo”, afirma o coordenador – geral do Subcomitê Rio Itabirito, Antônio Marcos Generoso, representante da região do Alto Rio das Velhas. Para Generoso, a reunião permitiu o entendimento das diferenças de realidade nas regiões da mesma Bacia, como as diferenças de recursos financeiros, de quantidade de água, da adesão da população a rede de tratamento de esgoto, além de diferenças na cultura, na vegetação e no clima.

Para o representante do Médio Rio das Velhas, o coordenador – geral do Subcomitê Jequitibá, Lairson Couto, a experiência contribuiu para o entendimento do modo de trabalho da localidade e para o conhecimento dos aspectos do Rio das Velhas na região do Guaicuí “a troca de experiências é muito saudável”. Lairson espera conhecer a região do Subcomitê Rio Itabirito, pois segundo ele, Itabirito tem muito o que contribuir para a realização de projetos em outros locais da Bacia.

No encontro também discutiram sobre Planos Diretores dos Municípios da UTE Guaicuí, em especial o de Várzea da Palma; sobre as questões relativas as condicionantes das empresas no momento de licenciamento ambiental e as modalidades de compensação ambiental e urbanística; o desafio à adesão da população a rede de esgoto nos municípios de Várzea da Palma e Sete Lagoas e a boa experiência de implantação em Itabirito; a coleta seletiva e projetos hidroambientais.

montagem1
Encontro entre os coordenadores dos Subcomitês Rio Itabirito e Ribeirão Jequitibá com integrantes do Subcomitê Guaicuí

UTE Guaicuí

A Unidade Territorial Estratégica (UTE) Guaicuí localiza-se no Baixo Rio das Velhas e é composta pelos municípios de Corinto, Lassance, Pirapora e Várzea da Palma. A Unidade ocupa uma área de 4.136,93 km² e detém uma população de 31.581 habitantes. Esta UTE envolve a foz do Rio das Velhas com o Rio São Francisco, onde o Rio das Velhas possui 153,66 quilômetros de extensão dentro da unidade territorial. Outros cursos d’água relevantes são o Ribeirão Bananal, Ribeirão do Corrente, Ribeirão do Cotovelo e Córrego do Vinho. Destaca-se a presença da Serra do Cabral, divisor de águas entre as UTE Guaicuí e UTE Rio Curimataí.

Veja as fotos da região:


Mais informações e fotos em alta resolução:

Assessoria de Comunicação CBH Rio das Velhas
comunicacao@cbhvelhas.org.br