Realizado pela Prefeitura Municipal de Joaquim Felício e coordenado pela Secretaria de Turismo, Meio Ambiente e Cultura, o projeto “Joaquim Felício Recicla” está acontecendo desde o dia 13 de julho na zona urbana da cidade.

A coleta seletiva é uma maneira inteligente e sustentável de cuidar do lixo na sociedade, já que o seu objetivo é fazer a destinação correta dos resíduos que antes tinham o mesmo caminho: aterros sanitários e a poluição dos solos e rios. Além disso, a coleta seletiva proporciona a diminuição do lixo gerado, uma vez que diversos materiais podem ser reaproveitados e geram renda para pessoas que atuam na coleta, seja como catadores ou em unidades de separação do lixo.

Conscientização

Em Joaquim Felício, município localizado na região do baixo Rio das Velhas, o primeiro desafio do projeto “Joaquim Felício Recicla” foi conscientizar as pessoas que nunca tinham parado para pensar sobre a importância de cuidar do lixo. Para isso, o coordenador ambiental Hugo de Azevedo Filho e sua equipe, através de uma parceria com a secretaria de Saúde e com os agentes de saúde da cidade, realizaram um trabalho que durou dois meses e foi de porta em porta em mais de 1.600 casas que integram a zona urbana da cidade.

“Algumas pessoas já separavam o lixo, mas muitas não, e a recepção foi muito boa”, comenta o coordenador. Ele viu de perto como as pessoas receberam a iniciativa e se alegra ao ver que o município abraçou o projeto. “É muito bom fazer parte desse trabalho, porque eu sou filho da terra. Nasci aqui e quando a gente vê a nossa cidade limpa, dá orgulho. Estou muito orgulhoso e torço para dar certo”, declarou.

Mas a história não começou nesses últimos meses. Para ganhar forças, desde 2013 o projeto está acontecendo, com o envolvimento de crianças de 10 a 14 anos, através do trabalho de educação ambiental nas escolas. “Hoje a gente vê que os filhos ajudam a educar os pais no cuidado com o meio ambiente. É muito mais fácil para uma criança absorver novos conhecimentos do que um adulto que já está cheio de hábitos”, explica Hugo.

A próxima meta do projeto é atingir a zona rural do município de Joaquim Felício, que atualmente é composta de várias pequenas comunidades com cerca de 50 a 100 casas.

Veja a apresentação do projeto

Unidade de Triagem e Compostagem

Durante a reunião do Subcomitê Rio Curimataí, realizada no dia 31 de julho, no auditório da Prefeitura Municipal, o projeto “Joaquim Felício Recicla” foi apresentado para os integrantes e convidados do Subcomitê. Na oportunidade, também foi realizada uma visita à Unidade de Triagem e Compostagem do município (UTC), onde o lixo recolhido é recebido e separado.

A UTC é uma área que segue as normas e critérios técnicos de engenharia e ambientais para receber os resíduos sólidos domiciliares (orgânicos e rejeitos), exigindo a responsabilidade compartilhada de todos os moradores na separação dos resíduos domiciliares em recicláveis, orgânicos e rejeitos, permitindo o tratamento e a disposição final adequados.

montagem_utc
Crédito: CBH Rio das Velhas – TantoExpresso/Michelle Parron

Subcomitê Curimataí

O Subcomitê do Rio Curimataí é um grupo consultivo e propositivo, vinculado ao CBH Rio das Velhas, conforme Deliberação Normativa nº 02/2004, com atuação na bacia hidrográfica do Rio Curimataí, a qual compreende parte dos municípios de Augusto de Lima, Buenópolis e Joaquim Felício.

Conheça o território da Bacia Hidrográfica do Rio Curimataí

SCBH_Rio-Curimatai_CBH-Rio-das-Velhas-WEB

Veja as fotos


Mais informações e fotos em alta resolução:

Assessoria de Comunicação CBH Rio das Velhas
comunicacao@cbhvelhas.org.br