Toda a Bacia Hidrográfica do Rio das Velhas está localizada dentro do estado de Minas Gerais, em sua região central, ocupando um área de drenagem de 29.173km2 (FEAM, 1998).

Mapa das subregiões da bacia do rio das velhasCom 801 km, o Rio das Velhas é o maior afluente em extensão da Bacia do São Francisco. Nasce no município de Ouro Preto, dentro do recém criado Parque Municipal das Andorinhas, e deságua no Velho Chico no distrito de Barra do Guaicuy, município de Várzea da Palma.

A população da Bacia do Velhas, estimada em 4.406.190 milhões de habitantes (IBGE, 2000), está distribuída nos 51 municípios cortados pelo rio e seus afluentes.

A região metropolitana de Belo Horizonte ocupa apenas 10% da área territorial da bacia, mas possui mais de 70% de toda a sua população. Concentra atividades industriais e tem processo de urbanização avançado, sendo por isso a área que mais contribui com a degradação das águas do Rio das Velhas.

A bacia do Rio das Velhas é subdividida em Alto, Médio e Baixo Rio das Velhas. Veja imagem ao lado e a descrição a seguir (COSTA, 2008)

A) Alto rio das Velhas: compreende toda a região denominada Quadrilátero Ferrífero, tendo o Município de Ouro Preto como o limite ao sul e os municípios de Belo Horizonte, Contagem e Sabará como limite ao norte. Uma porção do município de Caeté faz parte do alto rio das Velhas, tendo a Serra da Piedade como limite leste.

b) Médio rio das Velhas: ao norte traça-se a linha de limite desse trecho da bacia coincidindo com o rio Paraúna, o principal afluente do rio das Velhas. No lado esquerdo, atravessa o município de Curvelo e, em outro trecho, coincide com os limites do município de Corinto.

c) Baixo rio das Velhas: compreende, ao sul, a linha divisória entre os municípios de Curvelo, Corinto, Monjolos, Gouveia e Presidente Kubitscheck e, ao norte, os municípios de Buenópolis, Joaquim Felício, Várzea da Palma e Pirapora.

Os Municípios que compõem a Bacia Hidrográfica do Rio das Velhas são:

- Araçaí
– Augusto de Lima
– Baldim
– Belo Horizonte
– Buenópolis
– Caeté
– Capim Branco
– Conceição do Mato Dentro
– Confins
– Congonhas do Norte
– Contagem
– Cordisburgo
– Corinto
– Curvelo
– Datas
– Diamantina
– Esmeraldas
– Funilândia
– Gouveia
– Inimutaba
– Itabirito
– Jaboticatubas
– Jequitibá
– Joaquim Felício
– Lagoa Santa
– Lassance
- Matozinhos
– Monjolos
– Morro da Garça
– Nova Lima
– Nova União
– Ouro Preto
– Paraopeba
– Pedro Leopoldo
– Pirapora
– Presidente Juscelino
– Presidente Kubitschek
– Prudente de Morais
– Raposos
– Ribeirão das Neves
– Rio Acima
– Sabará
– Santa Luzia
– Santana de Pirapama
– Santana do Riacho
– Santo Hipólito
– São José da Lapa
– Sete Lagoas
– Taquaraçu de Minas
– Várzea da Palma
– Vespasiano


COSTA, Maria A. M. Reflexões sobre a política participativa das águas: o caso CBH Velhas/MG 2008 134f. Dissertação (Mestrado em Geografia) – Departamento de Geografia, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte

POLIGNANO, Marcus V. et al. Uma viagem ao Projeto Manuelzão e à bacia do Rio das Velhas: Manuelzão vai à escola 3.ed Belo Horizonte: Projeto Manuelzão, 2004

PROJETO MANUELZÃO/UFMG, MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE. Saúde e ambiente na Bacia do Rio das Velhas Belo Horizonte: 2003